Rio Grande Do Norte

Cidade: Natal

De 17 a 20/JUL/2015

Bairro: Ponta Verde

Hospedagem: Che Lagarto Hostel Natal

Condução: Ônibus – Ceará x Natal

 

1° Dia – Chegada – 9 Praias – Barzinho – Rastapé

Bom, depois de uma longa viagem e com muita chuva pela estrada, cheguei ao meu novo destino, Natal!

Mesmo chegando embaixo de chuva, arrisquei ir para o hostel de ônibus. (A pior escolha que fiz). Embora a diferença de preço seja gritante, o fato que chovia, eu estava com mochila e mala, cheguei num horário de rush (7h), e tentando ir para o centro, logo todos esses agravantes tomaram um pouco mais do meu tempo do que esperava.

Talvez se não fosse a chuva a dificuldade teria sido menor. Mas nada que desanimasse também!

Afinal era o meu mochilão e tudo estava acontecendo como deveria acontecer!

Fiquei hospedada no Che Lagarto, a rede de hostel que mais indico e a que dou preferência em ficar se na cidade que irei possuir um. Mal cheguei e já percebi que a rua do hostel era onde a noite acontecia. Todos os pubs e bares mais frequentados de Natal ficavam ali, pertinho!

Ao contrário da noite do Ceará que possuíam dias específicos para os bares abrirem e terem algo legal, em Natal todos os dias é dia de bar.

Chegando ao hostel eu já encontrei o carioca (Marcos), aquele que contei no post do Ceará da minha chegada, e que ele já estava partindo.

E como carioca é folgado, meu primeiro passeio já estava reservado por ele antes da minha chegada! RS Não tinha chuva que desanimasse. Foi tempo de deixar as mochilas, trocar de roupa e rua!

Alugamos um bugre para 4 pessoas (saiu R$80 para cada) e começamos o roteiro do passeio das 9 praias. Passando também pela lagoa de Genipabu.

Geralmente no final do passeio possui um restaurante onde eles querem que você pare para comer, pois ganham porcentagem. Se você não tiver a intenção de parar (visto que ele é caro e não vale a pena assim), insista para ficar mais um pouco na lagoa.

A lagoa é maravilhosa, possui brinquedos aquáticos para crianças e adultos, a comida é boa e barata, porém eles querem passar correndo por ali (30min a 40min no máximo), pois não ganham nenhum tipo de comissão quando você compra nos bares da lagoa.

Mas, insista! Mesmo que falem que a maré vai subir. (É sempre a desculpa quando querem que você saia de um lugar logo) hahaha

11745516_907650925984792_3886026374105532520_n

 

Nas Dunas de Genipabu, onde podemos tirar foto com o burrinho de graça, mas se o burrinho andar eles cobram R$2. kkkkkk, Também há o dromedário que custava R$50 para andar, então só tirei foto de longe mesmo.  De lá fomos até o Skybunda e tirolesa.

Embora tenha chovido quase o dia inteiro, abrindo um sol às vezes, ninguém desanimou e fizemos o passeio até o fim!

Passamos o dia na rua, após o passeio andamos pela praia principal (próxima ao hostel), Praia do Morro do Careca, feirinha de artesanato e degustação de castanhas!

Pela noite a chuva insistia, mas com ou sem chuva demos início a ela num barzinho na principal (esqueci o nome do bar) que toca forrózinho ao vivo e depois do esquenta fomos direto para a casa de Forró Rastapé. A casa de show mais animada de Natal, onde você dança forró até dizer chega! RS

O local possui 3 ambientes todos ornamentados, com muito forró do bom, forró pé de serra e a área externa para conversar.

Estudantes com carteirinha pagam meia entrada (R$10). A bebida no local é barata e boa. Principalmente a caipirinha! rsrs

Lá encontramos a galera do hostel e só saímos quando a luz ascendeu 6h da manhã! RS

2° dia – Piscinas Naturais de Tabatinga – Cajueiro

Após não dormir praticamente NADA, e sem um roteiro planejado, arrisquei a dica do Andrey (recepcionista do Che) e fui conhecer as piscinas naturais de Tabatinga que ficam “próxima dali”.

Fui de ônibus municipal, leva uns 40min até chegar a um trevo onde é o ponto final e você continua a caminhada andando e torno de 1 km até chegar às piscinas naturais.

O lugar é incrível e é bom ir cedo, pois a maré começa a subir às 14h e logo desfazem as piscinas e escondem os arrecifes.

Saindo de lá aproveitei para passar no Maior Cajueiro do mundo (Já que era caminho).

A entrada custa R$8 inteira e R$4 meia.

É incrível o tamanho daquele cajueiro, que se expande mais e mais ao longo dos anos.

No local você pode andar em volta dele nos lugares permitidos e um guia conta toda a história e tira suas dúvidas sobre a árvore.

Também possui um mirante de onde você ver do alto a dimensão que tem a árvore. Na saída você ganha um copinho de suco de caju para degustar. De noite, mais barzinho!

 

3° dia – PIPA – Praia do Amor – Cajueiro e Degustação.

Dia reservado para conhecer PIPA!!! Eis a dúvida: ir sozinha ou ver uma agência?

Depois de analisar bem como era a ida a pipa pela agência, a vantagem era discrepante indo pela agência. Visto que o roteiro do passeio é: Praia do Amor e Pipa, e em sua volta eles param no Cajueiro e na degustação de castanhas.

O passeio saiu por R$35, indo de van. Se eu fosse fazer tudo isso por conta própria sairia muito mais caro.

Então vamos laáá..

Durante o caminho paramos na praia do amor para tirar foto. Diz a lenda que o casal que pisar nessas águas o amor é eternizado! (Como estava sozinha, nem corri o risco de descer e eternizar meu status encalhada kkkkk).

CAMERACAMERA

 

Em seguida partimos para Cidade de Pipa.

Chegando lá o tempo não estava muito bom. Muito nublado e começando a ficar frio.

Mas mesmo assim toda a beleza de Pipa é indescritível. Conheci cada cantinho daquele lugar durante as 4h que a van ficou aguardando.

Lá possuem vários restaurantes bons e baratos. E lanchonetes também como a Subway <3.

Na volta paramos novamente no Cajueiro e na degustação de castanha que eu já estava mais que conhecida. (pois toda vez que passava em frente parava pra degustar kkk)

11737972_908766232539928_6676767081509539996_n

4° Dia – Praia / Duna Morro do Careca.

Meu último dia em Natal foi para aproveitar por perto do hostel.

A praia de Ponta Verde onde se localiza a Duna do Morro do Careca é um dos principais cartões postais e ponto turístico da cidade e o melhor, fica a menos de 500m do hostel.

Passei o dia na praia com as meninas que conheci no hostel, conversando e curtindo o sol que fez.

Por coincidência era dia dos amigos, então nada melhor que o início de uma grande amizade de mochila num dia bem propício.

Hora de arrumar a mochila e pé na estrada…

Passagem para Paraíba: R$42

Saída: 05h30h

Chegada: 9h

Média de gastos nos passeios: R$200,00

Confira as fotos também no Instagram @Aldne ou na #NordesteEm30

 

 

Categorias Viagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close